Aquarismo Acessível: Episódio 02 - Pré pré Montagem!

https://www.aquarismobizarro.com.br/epis%C3%B3dios/episode/c7d69193/aquarismo-bizarro-02-pre-pre-montagem


Will: Fala galera, que bota tijolo no sump, aqui é o Will.


Rodrigo: Aqui é o Rodrigo e hoje nós vamos falar sobre o que geralmente não se fala no aquarismo.


Will: O proibido!


Rodrigo: Alguém alerta vocês antes da compra? Antes de comprar um aquário, quais são os passos que vocês tomam?


Will: Sem mais delongas, para iniciar você deve decidir qual a fauna que tu quer ter.


Rodrigo: Dentro desses anos e anos de experiência em loja, uma das principais coisas que acontece é a pessoa comprar o aquário sem ter escolhido o peixe e posteriormente se frustrar por não conseguir colocar o peixe que depois ela escolheu ter, por exemplo, tu gostaria de ter um peixe Cauda de Véu ou Kinguios.


Will: Agora nós vamos passar algumas coisas que se deve ter em mente antes de comprar o aquário.


Rodrigo: Sempre é bom verificar antes de comprar o aquário e estudar, ver qual peixe você gostaria de ter, porque uma coisa é certa, quando você comprar seu aquário, ele vai seguir contigo por um tempo, se não for algo agradável ou algo que dê errado, a chance de tu continuar no aquarismo vai ser pequena. A pessoa compra um aquário de quarenta litros e quer botar Kinguios dentro, isso é completamente incompatível.


Will: Isso não impede vendedores de fazer esse absurdo!


Rodrigo: É, nós vemos bastante, várias pessoas simplesmente na venda, então o que couber lá dentro vai e se precisar tirar água para botar mais peixe, eles tiram.


Will: Infelizmente é assim que acontece no aquarismo hoje em dia, porque na região que a gente trabalha, muitos vendedores não estão preparados pra montar um aquário para seu cliente, isso é uma realidade que a gente vive, infelizmente.


Rodrigo: Mas não é só culpa dos vendedores, isso a gente vai jogar para o podcast depois, sobre a responsabilidade de informação. Primeiramente eu vou dar essa parte, exemplo, na Europa tu tem um mercado muito mais maduro e mais sério, principalmente na Alemanha, nas lojas mais sérias do aquarismo se tu entrar e quiser comprar um aquário e não entender nada sobre isso, o primeiro passo deles vai ser te orientar a estudar.


Will: Tu acha q essa realidade de um aquarismo mais maduro está próximo do brasileiro?


Rodrigo: Seria o ideal, mas não acho que está próximo, porque a gente não tem o mesmo padrão de um europeu, não temos os mesmo recursos e nem muitas vezes temos a mesma questão financeira, então, acho muito difícil um cliente que entrar numa loja e quiser comprar um aquário sem entendimento, a loja deixar de vender.


Will: Então, o que a gente quis dizer com isso? De início escolha seus peixes, leia sobre ele, veja compatibilidades e se não achar mais informações, pergunte ao seu vendedor de confiança, ele é quem tem que te guiar pro caminho que vai levar esse teu aquário.


Rodrigo: Pesquisar sempre a ficha técnica do peixe, nunca compre um aquário sem saber o que quer colocar ali dentro, porque a incompatibilidade posteriormente pode te causar uma frustração muito grande e acabar não sendo o aquário que tu desejava ter. Pesquisa antes qual peixe tu vai querer ter e se vai ser compatível com o tamanho, essa é a parte número dois. A primeira é, tu sabe que peixe vai querer ter? Então pesquisa sobre o peixe e a segunda questão vai ser o tamanho do aquário que tu quer, que tu consegue comprar e ter na tua casa. É compatível com o peixe que tu escolheu?


Will: Mas, Rodrigo, comprei um aquário de quarenta litros e quero ter umas carpinhas dentro dele. Isso é algo extremamente prejudicial pro teu peixe, porque às vezes o pessoal acha - "Ah, tive um Caudinha de Véu e ele durou seis meses no aquário, até que viveu bastante" - o que é algo totalmente errado,tu consegue as vezes Caudas de Véu e Kinguios que duram quase vinte anos em um aquário.


Rodrigo: Nós temos bastante casos de chegar cliente aqui e falar - "Tenho que comprar outro peixe porque ele morreu de velho, meu Kinguio morreu com cinco anos." - e aí é um peixe que vive vinte anos. Então, o aquário errado influencia muito na qualidade de vida do teu peixe. Se o aquário que você escolheu, que consegue investir e consegue ter na sua casa tem um tamanho ideal pra esse peixe, beleza, senão, tenta selecionar outra fauna, não tenta adaptar. Nesse sentido é totalmente incompatível porque carpa é um peixe que cresce, é um peixe para lago, não é feito para aquário, esse negócio de peixe cresce conforme o aquário é totalmente mito, na biologia não existe, não tem ser vivo que cresce conforme o local, ele vai atrofiar conforme o local e o tempo de vida e a qualidade vai piorar.


Will: Eu gosto muito dos Cauda de véu, mas, eu só consigo comprar um aquário pequeno com filtrinho interno.


Rodrigo: Não compre Cauda de Véu, simples assim, não existe meio termo na biologia, não existe essa parte de querer adaptar. Tu simplesmente vai estar cometendo algo que não é ideal para um peixe, vai estar matando esse peixe com o tempo. Só mais uma coisa antes de finalizar, esse podcast é um pouquinho mais curto porque é a pré montagem. Uma coisa que vocês vão ter que levar em consideração é a milimetragem do vidro e a estrutura do aquário, não vai pelo mais barato, aquários tem milimetragem corretas, montagens corretas, não é qualquer vidraceiro que faz aquário. Quantas vezes eu já vi aquário rachar, abrir, estourar e até explodir por ser feito com vidro temperado porque “vidro temperado é mais resistente”.


Will: Uma coisa muito importante, o vidro temperado é muito suscetível a mudanças de temperatura e batidas em quinas, esse pessoal que quer fazer um aquário mais barato porque consegue um preço melhor em temperado, isso causa um problema enorme, porque o vidro temperado estoura.


Rodrigo: Isso a gente não está falando pra vocês simplesmente achar que a gente não quer que tu compre mais barato, não, nós estamos falando isso porque não queremos que você corra risco de vida, isso é segurança, estamos falando por segurança!


Will: Vidro mata!


Rodrigo: Com certeza, então não faz aposta em preço, faz aposta em qualidade, por segurança, a gente não tem fábrica de vidro ou de aquário, não tem porque eu falar isso pra vocês essa questão de valores, não estamos falando que tem que ser algo com tudo caro, ou tudo perfeito. Vou dar um exemplo bem simples, uma das bombas, que eu conheço, de melhor qualidade que existe são as bombas da Sarlo e elas não são bombas caras,


Will: Olha aí o jabá!


Rodrigo: A Sarlo se quiser patrocinar ela patrocina, mas se tiver que falar mal nós vamos.


(risos)


Rodrigo: A questão é que a Sarlo tem bombas excelentes, fantásticas e com preço muito bom.


Will: Realmente, ela é um preço até abaixo do mercado atual de bombas e que tem qualidade excelente.


Rodrigo: E que fazem litragem em caixa, se diz que faz dois mil, faz dois mil mesmo.


Will: Isso já foi comprovado por nós aqui.


Rodrigo: Aí tu pega uma bomba chinesa que diz que faz dois mil e ela faz mil e trezentos, então a questão é que qualidade não quer dizer preço, pode fazer algo barato mas com qualidade e segurança. Esses primeiros passos que nós estamos falando do pré aquário pode ser resumido em uma palavra só, estude! Estude seu aquário e seus peixes, estude o que tu quer fazer, o quanto tu quer investir, estude tudo. Como eu falei anteriormente, se tu for num mercado alemão por exemplo e não souber nada de aquário, a primeira coisa que ele vai fazer é te ensinar sobre aquário e fazer tu pesquisar sobre ele, para só depois te vender um aquário, a gente tem que mudar essa mentalidade no Brasil.


Will: Isso é uma consciência que tem que ser mudada aqui, não é o vendedor querer te vender tudo o que tem na prateleira, apostando só na venda, isso é extremamente errado. Por favor lojistas que estão escutando esse podcast, tirem as metas para produtos de aquarismo, não deem essa pressão para seu vendedor, não façam isso, porque isso vai obrigar ele a vender produtos que a pessoa não precisa.


Rodrigo: Isso é uma das maiores crueldades, eu acho, que tem no comércio de peixes, ter meta para vender. Faz isso com eletrodoméstico, em loja de colchão, mas quando se está lidando com ser vivo, não bota meta, porque no momento que tu tem uma meta, a pessoa entra em desespero pra vender. A gente já viu vários casos aqui, do cliente chegar na loja porque o aquário estava dando errado e eu simplesmente nem vender nada pra ele, só falar tira isso, não usa isso ou aquilo, tu já tem tudo e mais, tu tem equipamento pra montar 2 quartos, então é complicado.


Will: Entendemos a questão de metas hoje em dia pra conseguir o retorno do investimento no funcionário, mas tente pegar de outros setores e se for especializado em aquário não coloquem isso, tu vai conseguir um grande fluxo com muito mais clientes e muito mais boca a boca, já que a pessoa vai falar bem de ti, porque tu tem informação, que está dando certo o aquário dele, do que tu enfiar uma caixa de vidro cheio de equipamento que ele talvez nem use e lotado de peixes.


Rodrigo: A grande lógica e o porquê dos nossos podcasts é orientar o pessoal porque nenhuma loja vai ganhar dinheiro vendendo peixe, isso serve tanto pro lojista quanto para clientes, ainda mais quando o intuito é vender o peixe já que ele vai morrer e depois o cliente vem comprar mais, ele pode até ir comprar uma ou duas vezes, mas vai cansar e jogar fora o aquário, deixar de canto, dar pra outra pessoa, e aí a opinião dele sobre aquarismo vai ser sempre o mesmo, já que “dá trabalho, é horrível, não dá certo, não funciona” então o lojista só vai ganhar dinheiro e o aquarista em casa só vai parar de gastar quando tu tiver produtos e equipamentos certos. Aí teu aquário não vai perder mais nada porque teu aquário sendo limpo, bonito e te dando prazer, tu vai querer montar outro e tu tendo informação certa nessa loja, tu vai voltar lá.


Will: E aí tu vai falar para tua tia avó, pro teu primo, pro teu cunhado de quinto grau lá, que aquário é bonito e dá certo, é só estudar, é bem simples isso.


Rodrigo: Então, pessoal, nesse primeiro podcast nós falamos sobre várias coisas meio misturadas ainda, mas a mensagem é essa: antes de comprar aquário estude!


Will: ESTUDE!


Rodrigo: busque informações, tente fazer essa ordem de saber qual peixe, depois local, tamanho do aquário e sempre siga as regras, não tente fugir disso.


Will: E quando acabar de estudar, volte e a estudar em outras fontes, porque a informação evolui, um peixe descoberto em 1980 pode ter informações novas do ano passado, desse ano, desse mês ou até desse dia, que podem ser vitais para esse peixe.


Rodrigo: Então, como eu sempre falo, nós aprendemos diariamente, todos os dias vamos aprender sempre algo novo, informação é o que nós mais temos na nossa mão hoje em dia, ouvir podcast, ver fichas técnicas, sites de grandes empresas e canais no youtube que tem informações vastas muito preciosas.


Will: Vamos recomendar um aqui pra quem quer informações sobre litragem, iluminação, aquários plantados e praticamente tudo, a Green Aqua, o link está na descrição.


(https://www.youtube.com/channel/UC1xredHso_O0RzeYMacGgyg)



Rodrigo: Se eles quiserem patrocinar a gente também...


Will: Ah, eu acho difícil.


Rodrigo: É difícil, mas, se quiser patrocina e se a gente tiver que falar mal, vamos falar mal.


(risos)


Rodrigo: Então pessoal, um grande abraço para vocês.


Will: Muito obrigado.


Rodrigo: E até o próximo podcast!


Will: Feito!


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo